Ranking - Regulamento
CARNE CORRIEDALE CERTIFICADA CONSOLIDAÇÃO DOS ABATES REALIZADOS


 Foram realizados, no Frigorífico Marfrig, diversos abates com acompanhamento da ABCCorriedale, através da certificadora contratada, Srta. Maria Alice Avellanal, acompanhada em alguns dias pelos diretores da entidade, como Luiz Claudio Pereira e Elisabeth Lemos. Eles foram realizados nos dias 12/05, estando previsto o próximo para o dia 11 de agosto.

 

O trabalho da certificadora começa no recebimento dos animais nos currais, avaliando a definição da raça ou até 50% de cruzamento, conforme estabelecido no programa. Depois da esfola, a colocação de etiquetas identificam os produtos Corriedale, que são avaliados por dentição, peso de carcaça e acabamento de gordura, sendo levados para as câmaras de resfriamento. No terceiro dia é feita a desossa e os cortes embalados com os selos Carne Corriedale de Qualidade e colocados nas caixas, que também levam o selo da Associação.

 

No quadro abaixo o número total de animais abatidos e dos ovinos Corriedale neste universo.


Total de animais abatidos: 6273
Total de machos abatidos: 4611
Total de fêmeas abatidas: 1662
Total de animais Corriedale abatidos: 3644
Total de machos Corriedale abatidos: 2727
Total de fêmeas Corriedale abatidas: 777

 

Baseado neste quadro, chegamos aos seguintes dados:

 

- Percentual de animais Corriedale em relação ao total de animais abatidos - 58,09%
- Percentual de machos Corriedale em relação ao total de animais abatidos - 59,14%
- Percentual de fêmeas Corriedale em relação ao total de animais abatidos -46,75%

 

Estima-se que em torno de uns 10% dos animais não foram certificados, seja por falta de cobertura ou por mutilação de carcaças em função de contaminação da lã. É recomendado que os ovinos a serem abatidos devam estar com, no máximo, lã de três meses, descascareados para evitar a contaminação.

 

O importante é salientar que o percentual de 58% de Corriedale em relação ao total de animais abatidos refere-se ao nº de ovinos certificados que, se somados aos não certificados, chegaríamos a aproximadamente 68% (Corriedale) do total dos ovinos abatidos, o que ao encontro do que é apregoado, a raça Corriedale é a mais criada no Rio Grande do Sul, com mais de 65% de animais do criatório gaúcho. Este dado é importante para os criadores de Corriedale, pois, no tempo de alta demanda de carne ovina, somente uma raça numericamente expressiva pode atender este mercado.

 

Outro grande fator para a conscientização dos criadores da raça Corriedale de que devem investir no aumento da criação, além de atender a demanda dos números, é de que o cordeiro e a carne ovina Corriedale, criada a pasto no Rio Grande do Sul, traz um sabor diferenciado, proveniente de sua cobertura e entremeio de gordura, que tanto agrada o consumidor.

 

O momento é muito propício, devido aos novos mercados abertos para o Uruguai, grande fornecedor de cordeiros para São Paulo, região com forte valor agregado, já fidelizado com a raça Corriedale, visto ser esta a mais criada no país vizinho, que agora está sem o abastecimento eficaz. É hora de o Corriedale gaúcho suprir este mercado, pois temos o mesmo produto de qualidade.

 

Esta é a primordial meta da ABCCorriedale, fixar e valorizar a marca Corriedale. Após a fidelização do cliente, virá o retorno em termos de remuneração ao produtor, agregando valor ao produto produzido em nossos campos.

Voltar para notícias

Publicidade








Associação Brasileira de Criadores de Corriedale, Todos os direitos reservados. © Copyright 2010
Fone (55) 3232 58 55 - Rua Coronel Sezefredo, 287 - São Gabriel - RS - CEP 97300-000 | Desenvolvido por Fernovi